A NASA restabelece comunicação com a sonda Voyager 2 após 8 meses

Imagem de referência
Foto de Lukas AraújoPostado por Lukas Araújo em 04/11/2020 16:30:03

A pausa na conexão foi devido ao trabalho de manutenção necessário na única antena terrestre capaz de enviar sinais para a sonda.

A antena em questão é chamada de Deep Space Station 43 (DSS43) e está localizada nos arredores de Canberra, a capital da Austrália. O prato principal da instalação, com 70 metros de largura, tem 48 anos e é a única antena desse tamanho no hemisfério sul. Como a Voyager 2 está indo para o sul em comparação com o plano orbital da Terra, apenas uma antena ao sul do equador pode enviar à sonda um sinal suficientemente poderoso.

 

Imagem de referência do post

(Manutenção da antena - Foto CSIRO /  Nasa)

 

A NASA deu início a uma atualização do cabeamento elétrico, da fonte de alimentação e dos sistemas de refrigeração da antena em março. Também houve a necessidade de colocar  um novo cone de frequência de banda X para melhorar a sensibilidade da antena. Isto exigia um guindaste capaz de içar o cone de três toneladas a uma altura de 20 andares. 

Em 29 de outubro, os operadores da missão enviaram uma série de comandos à nave Voyager 2 da NASA e a nave respondeu. O que não é tão simples já que ela está a mais de 18.750.000.000 km da Terra e se distanciando a uma velocidade de cerca de 60.000 km/h.

Vale a pena citar que a sonda foi lançada em 20 de agosto de 1977 e ainda está a 17 horas-luz de distância. Além disso, é a única espaçonave que já visitou Urano e Netuno. E durante suas viagens através do sistema solar externo, visitou todos os quatro planetas gigantes gasosos e também descobriu e fotografou muitas das luas dos planetas do Sistema Solar.

O que achou? Comente!