A Starship explode mais uma vez

Imagem de referência
Foto de Lukas AraújoPostado por Lukas Araújo em 04/02/2021 22:19:23

Na terça-feira, um voo de teste da nave espacial Starship da SpaceX teve um pouso explosivo.

 

 

O lançamento ocorreu como planejado, o foguete decolou pouco antes das 15h30 EST, subindo por aproximadamente 10 quilômetros. Ao chegar ao pico, os motores foram desligados para começar a descida. Os motores auxiliares orientaram a espaçonave com a barriga ligeiramente inclinada para baixo e caiu a deriva surpreendentemente estável. Quando chegou o momento do pouso, o foguete era suposto para se reorientar para cima com a ajuda dos motores auxiliares e desacelerar com o combustível restante do motor principal. Mas um erro de cálculo ocorreu, o que fez a espaçonave rotacionar demais e cair horizontalmente, explodindo no processo. Apesar da explosão, os cálculos do local onde o foguete iria pousar foram certeiros, ele decolou e explodiu na mesma base. O fim foi semelhante ao do último voo de teste em dezembro, que também terminou em uma explosão no pouso, embora a causa específica da falha do foguete possa ter sido diferente.

 

 

 

Hoje, o Elon Musk acordou de bom humor e publicou uma piada sobre o ocorrido em seu Twitter. 

Apesar de ter problemas técnicos na aeronáutica, o Sr. Musk também enfrenta problemas  políticos. A Administração Federal de Aviação (FFA), que regulamenta o lançamento de foguetes nos EUA, não aprovou esse lançamento teste que deveria ter ocorrido na semana passada. Mesmo com SpaceX enchendo os tanques de combustível, a empresa teve que esperar mais uma semana para dar andamento ao projeto. Como todo homem imponente e socialmente influente se expressa pelo Twitter, ele disse:

“Suas regras se destinam a um punhado de lançamentos dispensáveis ​​por ano de algumas instalações do governo. Segundo essas regras, a humanidade nunca chegará a Marte.”

Apesar da FAA ter liberado o teste desta semana, revelou que o lançamento de dezembro ocorreu sem a aprovação da agência. A SpaceX solicitou uma dispensa para realizar esse voo, mas a FFA negou o pedido. A empresa desafiou a decisão e lançou de qualquer maneira. Mesmo que o foguete tivesse pousado perfeitamente, lançá-lo sem aprovação era uma violação da licença da empresa.

“A FAA exigiu que a SpaceX conduzisse uma investigação do incidente, incluindo uma revisão abrangente da cultura de segurança da empresa, tomada de decisões operacionais e disciplina de processo”,

disse um porta-voz da agência em um comunicado divulgado na noite de terça-feira. A SpaceX também foi instruída a interromper os testes que poderiam colocar o público em risco até que a empresa fizesse alterações que satisfizesse a agência. A FAA disse que as mudanças resultantes melhoraram a segurança e foram incorporadas ao lançamento de terça-feira, além de que não pretendem tomar nenhuma ação de execução adicional.

Jared Zambrano-Stout, ex-funcionário do escritório de transporte espacial comercial da FAA, disse que ficou chocado ao ver a declaração da agência sobre a empresa.

“A SpaceX parece ter violado sua licença de lançamento e não parece ter havido nenhuma repercussão”, disse ele.

 

A imagem de capa foi retirada da página Official SpaceX Photos do site flickr.

O que achou? Comente!