Amazon Divulga Novo Trailer, Durante o Super Bowl LXI, de 'Senhor dos Anéis: Os Anéis de Poder'

Imagem de referência
Foto de Pedro SousaPostado por Pedro Sousa em 14/02/2022 19:09:44

A Amazon agora domina, também, a Terra-média.

O trailer de “O Senhor dos Anéis: Os Anéis de Poder” estreou ontem (13) durante o intervalo do Super Bowl LVI. O teaser revela, pela primeira vez, como a nova e ambiciosa série do Amazon Prime Video está trazendo o mundo de Tolkien à vida.

Os primeiros 60 segundos do programa, o qual é ambientado milhares de anos antes dos seis longas-metragens de Peter Jackson adaptados dos romances de Tolkien, abre com o tipo de diálogo que já estamos acostumados quando se trata de Hobbits ou anões. A voz afirma:

“Você já o que mais tem por aí? Existem maravilhas nesse mundo que estão além da nossa imaginação. Eu posso senti-lo"

As palavras parecem ter sido ditas por uma harfoot – um antigo ancestral dos hobbits – chamada Elanor “Nori” Brandyfoot, a personagem é interpretada por Markella Kavenagh. O resto do teaser se desenrola em um clipe rápido, apresentando uma quantidade angustiante de imagens muito rápidas.

 

Confira o trailer abaixo: 

 

O resumo da ópera em relação ao  teaser é de apresentação e crianção de expectativas. Aparentemente esta será uma série mosntruosamente produzida e que está se preparado para oferecer o tipo de narrativa de fantasia épica que o público aprendeu a amar com as triologias de "O Senhor dos Anéis" e "O Hobbit", além da ação e intriga que se via em "Game of Thrones".

Pelo menos, essa é a mensagem que o Prime Video gostaria muito que o público absorvesse. A plataforma de streaming  lançou sua campanha promocional completa para o show há quase nove meses antes de sua estreia global em 2 de setembro desse ano, incluindo uma revelação do título envolvendo metal derretido real derramado em madeira ranhurada e 23 pôsteres individuais, um para cada personagem principal da trama. 

De acordo com o governo da Nova Zelândia, a Amazon gastou aproximadamente 465 milhões de dólares apenas na primeira temporada, além dos 250 milhões de dólares que pagou pelos diretos de usar as obras de Tolkien para a confecção da série. 

O que achou? Comente!