Mais de 60 Mil Trabalhadores de Hollywood Podem Entrar em Greve Ainda Esse Mês

Imagem de referência
Foto de Pedro SousaPostado por Pedro Sousa em 13/10/2021 19:10:40

As negociações para evitar uma greve do sindicato de trabalhadores de Hollywood, não estão dando certo e, ao que parece, a paralização realmente acontecerá.

Matthew Loeb, presidente da International Alliance of Theatrical Stage Employees (IATSE), disse hoje (13), quarta-feira, que, a menos que um acordo seja alcançado, 60.000 sindicalistas começarão uma greve nacional contra os grandes estúdios em 18 de outubro às 12:01.

Essa greve pode ser catastrófica, interrompendo toda a produção de séries, filmes e programas nos EUA.  Os sindicalistas estão exigindo melhores horários e condições de trabalho, dizendo que o aumento da produção na última década resultou em longas jornadas de trabalho e situações perigosas no set.

O presidente da associação disse ainda que o sindicato continuará negociando com a Aliança de Produtores de Cinema e Televisão (Alliance of Motion Picture and Television Producers - AMPTP) esta semana na esperança de chegar a um acordo que seja bom para ambas as partes, e cubra as questões centrais.

Os sindicatos estão buscando trabalhos menores, pausas de mais longa duração, especialmente nos finais de semana, bem como um salário base para os trabalhadores. Além disso, eles também estão buscando maiores penalidades para as empresas que fizerem seus funcionários trabalharem nos horários das refeições, como uma forma de forçar a parada das produções para o almoço.

“O ritmo da negociação não reflete nenhum senso de urgência. Sem uma data de término, poderíamos continuar conversando para sempre. Nossos membros merecem ter suas necessidades básicas atendidas agora.” - afirmou Loeb.

Um porta-voz da AMPTP disse em um comunicado que os estúdios permanecerão nas negociações na esperança de evitar uma greve.

“Faltam cinco dias para [se] chegar a um acordo e os estúdios continuarão a negociar de boa fé em um esforço para [se] chegar a um acordo [...] manterá a indústria funcionando” - disse o porta-voz.

Os dois lados voltaram às negociações em 5 de outubro, um dia depois de o IATSE anunciar os resultados de uma votação entre seus filiados, os quais autorizavam a greve. A votação passou de forma esmagadora, com 98,7% de apoio, e mais 90% de comparecimento.

O IATSE recebeu amplo apoio de outros sindicatos da indústria do entretenimento e de membros do Congresso americano, entre outros.  A IATSE e os principais estúdios que compõem o AMPTP estiveram em negociações intermitentes nas últimas semanas. O acordo mais recente entre as duas entidades expirou no início deste ano, o que causou apreensão no setor depois que o sindicato tomou a medida extraordinária de convocar uma votação de autorização de greve no mês passado.

A greve está mantida para começar ainda esse mês. Contudo, há tempo para que o quadro seja revertido mediante novas negociações. 

 

 

 

 

Fonte: Variety

O que achou? Comente!