O meteoroide sortudo é rebatido pela atmosfera da Terra

Imagem de referência
Foto de Lukas AraújoPostado por Lukas Araújo em 30/09/2020 15:58:53

Em 22 de setembro de 2020, uma pequena rocha espacial entrou na atmosfera da Terra e foi rebatida de volta ao espaço. O meteoróide foi localizado por uma câmera da Global Meteor Network (GMN), visto nos céus acima do norte da Alemanha e da Holanda. Ele chegou a 91 km de altitude, mais baixo do que quaisquer satélites em órbita, antes de voltar ao espaço.

 

Imagem de referência do post

(GIF de Denis Vida)

 

Um meteoróide é normalmente um fragmento de um cometa ou asteróide que se torna um meteoro quando entra na atmosfera. E tem uma luz brilhante que se espalha pelo céu por causa do atrito com a atmosfera. A maioria deles se desintegra, possivelmente com pedaços atingindo o solo como meteoritos. Este visitante sortudo, no entanto, não desceu o suficiente para queimar completamente e conseguiu escapar novamente, apenas friccionando as bordas do escudo protetor de gases de nosso planeta.

Dennis Vida, que lidera o GMN, disse que rastreou a rocha até uma órbita da família de Júpiter, mas uma pesquisa para achar o corpo de origem do meteoróide não encontrou resultados conclusivos. O que era esperado já que, segundo a ESA, dezenas de milhares de meteoritos foram encontrados na Terra, no entanto, destes apenas cerca de 40 podem ser rastreados até um corpo de origem.

 

Imagem de referência do post

(Imagem de BRAMON)

 

Para uma rocha "ricochetear" na atmosfera da Terra, ela precisa entrar na atmosfera em um ângulo bastante raso e manter velocidade superior à velocidade de escape do planeta. E como uma rocha “saltando” de um lago, o meteoróide também entra brevemente na atmosfera antes de sair novamente.

 

 

O que achou? Comente!