Sony anuncia o fim das atividades no Brasil

Imagem de referência
Foto de Júnior MatosPostado por Júnior Matos em 17/09/2020 00:11:31

Na véspera de lançamento do PlayStation 5, Sony anunciou que fechará fábrica no Brasil trazendo muita discussão sobre o console mais aguardado do ano, se será afetado também.

 

Em comunicado enviado aos varejistas no dia 14/09, a Sony anunciou que está encerrando suas atividades no Brasil e vai abandonar o segmento de TVs, áudio e câmeras no país, confirmou que fechará sua fábrica em Manaus ao fim do mês de março de 2021. Mas deixou claro que mesmo reduzindo suas mercadorias no país, ainda terá representantes por aqui, que continuarão responsáveis pela distribuição dos produtos relacionados a jogos e consoles no país.

 

Imagem de referência do post

 

Em 2013, no lançamento do PlayStation 4, a empresa chegou a anunciar sua produção nacional e acabou desistindo. Logo lançou o console no país por R$ 4.000, apenas com unidades importadas e chegou a virar piada em redes sociais pelo alto valor.

Em 2015, a companhia anunciou a produção local, que ajudou a reduzir o preço do console oficial, mas em 2017 a estratégia já havia sido revertida para importação novamente.

Em 2019, a Sony deixou de vender smartphones no Brasil, em uma decisão que incluía toda a América do Sul, América Central e Oriente Médio. A medida foi tomada por conta de quedas nas vendas de seus celulares ao redor do mundo.

 

O PlayStation 5 começa a ser vendido no final deste ano, e o evento oficial de lançamento do videogame que aconteceu quarta-feira 16/09. O console é o preferido dos fãs de videogame, com uma fatia de 64,22% do mercado, enquanto o Xbox tem 35,77% e o Nintendo Switch, apenas 0,01%, segundo o site irlandês StatCounter.

 

Imagem de referência do post

 

 

A Sony não é a primeira empresa a deixar o Brasil, e também não deve ser a última. Outras empresas de segmentos variados já encerraram suas atividades no país, como a Nikon, a Gradiente, Philips, Sharp e Nintendo no setor de Vídeo Games que encerrou a fábrica devido ao alto imposto no Brasil. No setor de câmeras fotográficas, sobraram a Canon e a Fuji.

O que achou? Comente!