Veracidade Histórica das armas de Assassin's Creed Valhalla

Imagem de referência
Foto de Victor OliveiraPostado por Victor Oliveira em 19/01/2021 17:49:14

 

Assassin's Creed Valhalla é um jogo de mundo aberto com elementos de RPG desenvolvido pela Ubisoft Montreal e publicado pela Ubisoft. Foi lançado no dia 10 de novembro de 2020 para Google Stadia, Microsoft Windows, PlayStation 4, PlayStation 5, Xbox One e Xbox Series X. O jogador controla Eivor um guerreiro ou guerreira Viking da Noruega durante as invasões Escandinavas na ilha da Grã Bretanha no século IX.

A Saga Assassin's Creed como um todo sempre possuiu elementos históricos em sua composição, foi desde o Egito antigo até a Revolução Industrial, reproduzindo cidades, cenários, personagens históricos com uma precisão enorme. E com Assassin's Creed Valhalla não é diferente, a ambientação de uma Grã Bretanha Medieval está de brilhar os olhos. Como a saga é cheia de curiosidades em muitos aspectos... Que tal começar pelas armas!

 

Espadas

As espadas, de uma forma geral, estão bem representadas em quesito de aparência, elas possuem sua lâmina reta, o pomo arredondado e a guarda de mão curta, armas bem com características Viking. Porém há um problema, as espadas do jogo são extremamente grandes e empunhadas em duas mãos. Tais espadas são conhecidas como “montantes”, em inglês greatsword ou two-handed sword. Diferente do jogo que se passa no século IX, na história real, o montante foi usada a partir do século e XIII. Apesar dos guerreiros NPC possuírem a espada curta, o jogo não te possibilita o uso. O que é uma grande decepção, pois os vikings tinham um apreço enorme pelas espadas, pelo seu alto valor monetário, o que demonstrava seu poder e riqueza.